VEM PRA FACIBRA!

VEM PRA FACIBRA!

INVISTA EM VOCÊ! CLIK AQUI E FAÇA SUA INSCRIÇÃO

INVISTA EM VOCÊ! CLIK AQUI E FAÇA SUA INSCRIÇÃO
Ou ligue 9 9840-1919

DIVULGUE SUA EMPRESA!

DIVULGUE SUA EMPRESA!
WhatsApp (43) 9 9979-8834

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

OPERAÇÃO APREENDE 15 VEÍCULOS DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA EM SIQUEIRA CAMPOS








Dois integrantes de uma organização criminosa suspeita de causar um prejuízo de R$ 55 milhões aos cofres públicos do Paraná e da União foram presos nesta terça-feira (13) na “Operação Cereais”, deflagrada pelo Departamento de Inteligência do Estado do Paraná (Diep), com apoio das polícias Civil e Militar. Cinco pessoas estão foragidas.

A quadrilha usava documentos de “laranjas” para abrir empresas e movimentar recursos, sem pagar tributos ao Estado e à União. A investigação, conduzida pelo delegado Renan Barbosa Lopes Ferreira, começou em julho deste ano após uma vítima procurar a polícia. O homem alegou que a quadrilha teria usado seus documentos para abrir a Pampas – comércio de cereais. Em pouco tempo, a empresa começou a acumular dívidas tributárias.

De acordo com o levantamento feito junto às Receitas Estadual e Federal, a dívida da Pampas era de mais de R$ 8 milhões - Destes R$ 3,6 milhões com o Estado e de R$ 4,9 milhões com o Governo Federal. Dois contadores que faziam parte da quadrilha foram presos em casa, na cidade de Ponta Grossa. Eles eram responsáveis pela documentação que criava as falsas empresas, algumas delas registradas no endereço do próprio escritório de contabilidade.

Durante a investigação, os policiais do Diep descobriram que a Pampas era apenas uma das empresas abertas de forma ilegal pela organização criminosa. “Descobrimos que a quadrilha era especializada neste tipo de golpe e já teria provocado, além de danos a particulares, um prejuízo de R$ 44,2 milhões à Receita Estadual e de R$ 11 milhões à Receita Federal, totalizando um rombo de pouco mais de R$ 55 milhões aos cofres públicos”, explicou o delegado do Diep.

Ferreira suspeita que existem mais vítimas da quadrilha. “Apreendemos na casa de um dos investigados dezenas de talões de cheques em nome de empresas, além de farta documentação. Nossa investigação tentará identificar novas empresas abertas de forma ilegal pela quadrilha”, completou o delegado.

Em uma casa na cidade de Siqueira Campos, os policiais apreenderam 15 veículos, alguns deles de luxo, e outros de uma coleção de carros antigos, além de cerca de R$ 100 mil em dinheiro, mais de U$S 400, muitas joias e diversos documentos. A casa pertence a um suspeito que era alvo do mandado de condução coercitiva, mas ele não foi encontrado.

Ele, que é dono da empresa Monte sinai-gestao de negocios e participações, é sogro de um dos líderes da quadrilha. Durante a investigação, descobriu-se que os bens adquiridos pela organização criminosa estavam em nome da Monte Sinai.

Os alvos da operação são suspeitos dos crimes de estelionato, associação criminosa, falsificação de documento público, falsificação de documento particular, fraude processual, crime contra a ordem tributária e lavagem de dinheiro. As penas somadas podem chegar a 30 anos de prisão.

A Operação Cereais foi assim batizada porque as notas emitidas pelas empresas investigadas eram referentes ao transporte dos grãos. A ação policial aconteceu em Ponta Grossa, Londrina, Quatiguá, Santo Antônio do Sudoeste, Siqueira Campos e Francisco Beltrão. Participaram cerca de 30 policiais civis e militares, do Diep, especificamente do Núcleo de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), de delegacias do interior com o apoio do Grupamento de Operações Aéreas e da Polícia Militar.

[VIDEO] 
Babás são demitidas após vídeo polêmico vazar na web 
 ASSISTA
(Clik no link)
http://www.naredehoje.com.br/2364451/[video]-babas-sao-demitidas-apos-video-polemico-vazar-na-web---assista/

13 comentários:

  1. CORRE TAIDINHO
    CORRE GENTIL
    CORRE TAÍCO
    CORRE ZÉ LUIZ
    CORRE RODNEI DA SAÚDE
    CORRE MÔNICA
    CORRE ROBERTO RODACKI

    ResponderExcluir
  2. manda tua mae corre tambem

    ResponderExcluir
  3. Dom Paulo Evaristo Arns vendeu o Palacio dos Bispos para ajudar aos pobres e construir creches. Em Wenceslau vemos o contrário onde a igreja tira dos pobres para que os Padres tenham uma vida de rico. Dom Paulo questionava os militares da época e aqui os Padres bajulam o Prefeito e conseguem ter a obra defronte a igreja totalmente bancada pela Prefeitura e ainda não deixam a população usar impedindo com correntes o acesso na rua defronte a igreja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESSAS correntes impedindo o tranzito em frente a igreja é uma vergonha, as pessoas vem assistir uma missa e não tem onde estacionar, isso aí é público, acho que os Brasenses são bonzinhos demais, em lugar algum que conheço a rua de frente a igreja é fechada por corrente,

      Excluir
    2. CHUPA CAROLAS, CHUPA PREGUIÇOSOS EM LER A BÍBLIA. BEM FEITO! WB SE COBRIR VIRA CIRCO, SE CERCAR VIRA HOSPICIO, ZONA JA EH FAZ TEMPO, PIOR CIDADE DA REGIAO NOS ULTIMOS 8 ANOS

      Excluir
  4. Respostas
    1. Filho de uma das camilo foi preso em outra cidade tava em direção perigosa colocando a vida dos outros em perigo e tava com droga no carro, já foi solto, aquilo lá não vale nada, fica pagando de plaiboyzinho na cidade, vagabundo nem ele nem a mulher dele não trabalha vive nas costas do pai que mora fora.

      Excluir
    2. Vergonha, será irmão daquela uma que largou dois filho e ta curtindando pra geral?? Putz só ixcandalu aqui no braiz

      Excluir
    3. Toda família tem problemas, mais os camilos são demais, é um pior que o outro quando surge um o outro quer competir, eles adoram se aparecer.

      Excluir
    4. É o Pablo filho da Jacira mesmo, viciado em drogas, tá destruindo tudo que o pai ralou e ainda rala lá fora.

      Excluir
    5. Vagabundo! Devia ta preso! Paga de playba e cheira todo o dinheiro do pai q ta ralando

      Excluir
    6. Família inteira não presta

      Excluir
  5. Que adianta prende esses carro véi

    ResponderExcluir